bruno-conteudo_recruta-simples_colaborativismo-tecnologia

“Colaborativismo” e Tecnologia contra o desemprego

Publicado originalmente no dia 30/09/2016, em Recruta Simples

Qual a situação atual da geração de empregos no Brasil?

Segundo o Programa de Disseminação das Estatísticas do Trabalho (PDET) do Governo Federal, os dados do CAGED de Agosto/16 indicaram mais um mês de saldo negativo de criação de empregos.

Começamos setembro com 33.953 pessoas a menos no mercado de trabalho formal. Nos últimos 12 meses são 651.288 pessoas. Um cenário preocupante.

Mas o que significa esse número de 651.288 pessoas?

Ele é a subtração do NÚMERO DE NOVAS ADMISSÕES pelo NÚMERO DE DESLIGAMENTOS. Para os últimos 12 meses esses números são 15.254.388 e 16.910.542, respectivamente.

Isso significa que Empresários no Brasil contrataram mais de 15 milhões de pessoas nos últimos 12 meses. E esse é o ponto de partida para a minha proposta.

Toda nova contratação demora um CERTO TEMPO desde a CRIAÇÃO DA VAGA até a CONTRATAÇÃO efetiva do funcionário.

Encontrei pesquisas divergentes com relação ao prazo médio de contratação, mas provoco os empresários a pensarem qual é esse CERTO TEMPO (entre criação da vaga e contratação) em seus negócios.

Fiz algumas contas simples (melhor explicadas no final do texto) e cheguei à conclusão de que para cada 1 dia que se reduza no prazo médio de contratação, aproximadamente 60.500 NOVOS EMPREGOS são gerados.

Isso significa uma INJEÇÃO DE 5,8 MILHÕES de reais na economia por dia, reduzido no prazo médio de contratação.

Contratar mais rápido é benéfico para as duas partes:

1) A empresa consegue compor ou recompor seu time mais rapidamente, evitando problemas operacionais, diminuindo perdas e aumentando suas vendas.

2) O funcionário volta a ter segurança financeira e a ganhar sua remuneração mais rapidamente.

Na Economia a confiança na recuperação interfere diretamente na recuperação em si. Uma mudança de tendência, que uma redução no prazo médio de contratação geraria, pode ser a ignição para a retomada do crescimento.

Empresas seriam mais eficientes com o quadro de colaboradores completo, e funcionários receberiam pelos dias adicionais trabalhados, fortalecendo resultados corporativos e renda familiar.

Em um exercício mais ousado, se as empresas demorarem 11 DIAS A MENOS para contratar, todo o saldo negativo de geração de empregos dos últimos 12 meses seria ZERADO!

E funcionários receberiam no total mais de 63 milhões de reais por esses dias antecipados de carteira assinada.

E como Colaborativismo e Tecnologia entram na jogada?

Ao longo de 2016, enquanto estudávamos o mercado para fundar o Recruta Simples, conheci empresas fantásticas que se propõem a ligar dois pontos: Empresa e Candidato Ideal.

Muitas dessas empresas tornaram-se nossas parceiras, na missão de reduzir o tempo médio de contratação.

Todo trabalho operacional de divulgação de vaga e gestão dos candidatos pode ser muito mais simples.

Utilizar redes sociais, permitir que o público participe do compartilhamento das vagas, trazer eficiência no processo de recrutamento e integrar informações dispersas, é algo que a tecnologia pode fazer pelo recrutador.

Essa simplificação permite a redução no prazo médio de contratação. E essa mesma simplificação só é possível pelo “colaborativismo” e tecnologia.

Convido vocês a conhecerem um pouco mais do nosso projeto no site www.recrutasimples.com.br.


Cálculo da geração de empregos para 1 dia:

(15.254.388 novas admissões nos últimos 12 meses / 252 dias úteis ano) = média de 60.533 novas admissões por dia.

Cálculo da injeção de recursos na economia:

(R$ 1.998,10 Salário médio segundo IBGE / 21 dias úteis mês) * 60.533 novas admissões por dia = 5,8 milhões de reais por dia de salários pagos.

Fontes:

http://pdet.mte.gov.br/caged

http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/indicadores/trabalhoerendimento/pme_nova/pme_201602tm_03.shtm

www.recrutasimples.com.br